Toby Collection, pioneer in accessible for children gisele.jorn@uol.com.br

Loading...

26/10/2006

AMAZÔNIA

Você sabia...?

Na terça, 24/10, o Jornal da Globo noticiou em manchete que o curso do rio Amazonas era voltado ao Oceano Pacífico. Em teaser, antes do jornal, William Waack perguntava ao telespectador: "Você sabia que no passado o rio Amazonas corria ao contrário, em direção ao Oceano Pacífico?"

A matéria apresentava a pesquisa feita por dois cientistas estrangeiros cujo resultado fora apresentado como algo "surpreendente" e "revelador".
Resolvi postar esse assunto no blog porque o pesquisei em publicações do IEA-USP para escrever Raycha - uma aventura na Amazônia, o terceiro volume da Coleção Toby, com transcrição em braile, pelo Instituto de Cegos Padre Chico. O livro está em preparação.
Na época, agosto de 2005, recebi orientações do geógrafo Aziz Ab'Sáber para escrever sobre o assunto de forma correta. Tive o cuidado de procurar o professor lá na USP, para evitar erros. Ele é o mais famoso geógrafo brasileiro e fez 82 anos de idade no dia 24/10, quando a Globo veiculou a matéria sobre o curso do rio Amazonas.
Segundo me orientou o geógrafo Aziz Ab'Sáber, que poderia ter sido ouvido pela TV Globo, não é correto atribuir o nome rio Amazonas ao tipo de drenagem que havia no espaço correspondente a atual bacia amazônica.
Em Raycha, a informação sobre a drenagem que havia na região da bacia amazônica ficou assim:

"...Há milhões de anos, numa era geológica em que Brasil e África eram um só continente e os rios que hoje banham o nosso território nem haviam se formado como tal, as águas tinham drenagem oposta, corriam para o Oceano Pacífico. Em milhões de anos o planeta passara por intensas mudanças. Com o levantamento da região da Cordilheira dos Andes, o caminho das águas se invertera para o Oceano Atlântico, a leste..."

Raycha é uma homenagem aos povos da Amazônia e aos cultores da Ciência da Terra na pessoa do mais famoso geógrafo brasileiro, apresentado às crianças como a personagem Xeique, na aventura do Toby e seus amigos pela Amazônia, a partir do Círio de Nazaré, em Belém (PA).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pela sua presença. Abraço meu, Gisele