Toby Collection, pioneer in accessible for children gisele.jorn@uol.com.br

Loading...

06/12/2007

Um pedido a São Nicolau:
bons regentes para o Brasil
Um brilho diferente tomou conta das ruas do centro da cidade. O sorriso lindo das duas balizas fez o público parar para ver a graça dos seus corpos leves em incansáveis evoluções acrobáticas à frente dos músicos. O barulho dos pés pequeninos, em marcha, foram um convite para ver a banda passar. Eu fui. Ao som da banda marcial Fundação Bradesco - Jardim Conceição.
Na altura do Pavilhão Nacional, no Calçadão da rua Antonio Agu, os integrantes da banda pararam a marcha e iniciaram a execução do repertório, quando o que estava muito bom ficou ainda melhor com a surpresa da chegada de outra tradicional banda marcial, a da Escola Estadual Prof. Armando Gaban.
Um privilégio foi ouvir e ver o talento musical de alguns dos estudantes de Osasco. Impossível não seguir a marcha dos pequenos músicos das bandas marciais, tão bem regidas.
Observar a forma como o regente trabalha para obter o melhor resultado dos músicos e seus instrumentos é uma aula de relações humanas e liderança. Professores e pais de alunos que freqüentam aulas, regularmente, mas não conseguem aprender, deveriam ter estado ali, no Calçadão da rua Antonio Agu, na noite de 5 de dezembro. Políticos e gestores, também.
O que parece impossível se torna fácil quando há competência para executar o trabalho, respeito e disciplina. Sem esses fatores, é impossível motivar o ser humano para aprender e obter bons resultados.

E foi dessa forma que os regentes das duas bandas marciais, num dado momento, conseguiram juntar os integrantes, sob a regência dos dois, para tocar o coração de todos com “Noite Feliz” e “Papai Noel”.
O público vibrou. Fiquei pensando, comigo mesma, como seriam as notas dos alunos que aprendem música na escola e têm bons regentes.
Hoje, 6 de dezembro, é Dia de São Nicolau, um dos mais populares santos do cristianismo, nascido há 1657 anos. Ele inspirou a lenda do Papai Noel e é o patrono das crianças. Vou pedir ao bom velhinho, a quem são atribuídos milagres, todos associados com a doação de presentes, bons regentes para o Brasil. gisele.jorn@uol.com.br
Fotos: Banda Marcial EE Prof.Armando Gaban (Osasco-SP) e Pamela A. Dias (Menina Noel).

05/12/2007

Quem é Toby?

Venho de um lugar tão lindo como o brilho que trago no olhar.
No meu olhar se poder ver refletido o azul do céu.
Se pode ver, também, o azul das águas do mar do lugar de onde venho.
No céu do meu lugar brincam os amigos pássaros da esquadrilha da fumaça.
Tenho um amigo índio de nome Ypê.
Como eu, o menino Ypê também é filho da Juréia.
Nossa mãe nos acolhe a todos em seu majestoso condomínio de mata verde e fresca.
Lá, habitam seres misteriosos.
Eles guardam tesouros invisíveis para quem não lê com olhar de vaga-lume.
Os vaga-lumes enfeitam o céu quando a noite deita sobre o lugar de onde venho.
Meu olhar tem um brilho lindo como é lindo o meu lugar.
Do meu olhar se pode ver refletido o amor e a inteligência do Criador.
Sou pequenino, mas tenho o porte altivo dos filhos do lugar de onde venho.
O lugar de onde venho pequenino e altivo inspira lendas, histórias e projetos pioneiros para o meu país.
Sou um cão caiçara, filho da Juréia.
Inspirei a primeira coleção de livros para crianças em formato acessível.
Meu maior desejo é um dia poder me ver refletido no seu olhar.