Toby Collection, pioneer in accessible for children gisele.jorn@uol.com.br

Loading...

30/10/2011

CUIDADOS

Graças a amiga Leandra garanti banho e curativos até este domingo. Uma enfermeira indicada pela Dra. Vera, da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da OAB-Osasco, trabalhou aqui em casa nos últimos cinco dias em que fiquei sem alguém para auxiliar-me no essencial: banho e curativo. Nesta segunda a Mada começa a trabalhar num hospital, como era seu objetivo antes de prestar esse socorro aqui em casa. Amanhã virá outro anjo, pois estou colocando meus braços e cérebro a procura de outra enfermeira. E assim estão sendo os meus dias...lutando para conseguir comprar o material de curativos, os remédios para dor, espasmos e antidepressivo e o direito de tomar banho e receber curativos nas úlceras de pressão que ganhei no hospital.

CADÊ VOCÊ

O Instituto Mara Gabrilli (IMG) desenvolve projetos para melhorar a vida das pessoas com deficiência, atuando na defesa de um mundo para todos, sem exclusão e com acessos universais.
Cadê Você? é um desses projetos que procura pessoas com deficiência para ajudá-las, por meio de equipe multidisciplinar, no processo de readaptação e inclusão e sobre os seus direitos.
Se você precisa de ajuda ou sabe de alguém que necessita de ajuda nesse difícil recomeço acesse o site http://www.cadevoce.info/
Foi assim que recebi parte da ajuda de que necessito e conheci a equipe da Mara, entre elas a incansável Cida, que sempre me liga nos momentos de maior aperto e dificuldade aqui em casa.
Na foto, de 24/10/2011, entrega de livros da coleção Toby para o acervo do Instituto. Eu e Cida após o meu cadastro no IMG, quando recebi almofada e cadeira (a roda esquerda caiu no primeiro dia de uso e não recebi retorno sobre o que fazer. Não tenho qualquer documentação sobre a cadeira e sua garantia. Não cai graças a uma amiga que estava presente em casa na hora da passagem da cama para a mesma) CADÊ VOCÊ? Espero, em breve, rever a equipe e aprender a lidar com esses imprevistos que imobilizam quem já está imobilizado (rs)
Quem fez a foto e me levou ao encontro do Cadê Você
foi o Jorge, amigo de longa data, que trabalhou comigo na diretoria de Marketing do Bradesco e hoje faz parte de uma Cooperativa de Taxistas em Osasco (3683 6633).

23/10/2011

Aniversário do Lourenço

















É muito importante a família nos momentos felizes e na turbulência dos dias que sucedem acidentes trágicos como o que quase roubou a minha vida e das pessoas amadas. Os conflitos familiares brotam à flor da pele.
Pessoas como eu demandam cuidados e compreensão em tempo integral. Esse tempo as famílias de hoje não têm. Todos lutam pela vida trabalhando muito e recebendo menos do que merecem e precisam ganhar para os gastos do dia-a-dia.
Imaginem quando alguém da família sobrevive a um politrauma com lesão na medula espinhal e sequelas horríveis decorrentes de infecções hospitalares que evoluíram para a osteonecrose da cabeça do fêmur, osteomielite e dolorosas e enormes úlceras de pressão no glúteo e região sacral. 
O serviço de atendimento domiciliar do convênio próprio do hospital não tem cuidado das úlceras, nem da fisioterapia motora e nem tão pouco ajudado nos enormes gastos com materiais de curativo e pessoal de enfermagem para auxiliar-me no banho e curativos diários.
Se eu não quiser ficar abandonada e suja no leito preciso utilizar o que Deus me deu a graça de preservar: o cérebro e os braços.
Para minha família tem sido difíceis os dias. Na maioria deles fico apenas com mamãe para auxiliar-me. Mas nos finais de semana a casa fica alegre com a presença do irmão Lourenço e das sobrinhas amadas.
Neste 23 de outubro Lourenço aniversariou.
Pela primeira vez pude saborear um pedaço de bolo de chocolate e um copo de refrigerante sem enjoar, ao contrário dos longos dias e noites em que fiquei restrita ao leito numa cama torta que durante oito meses pendeu meu corpo à direita, acompanhando a minha também torta coluna espinhal. Até hoje não sei porque estou torta. O resgate do Samu foi perfeito e meu primeiro exame de imagem mostrava uma coluna reta, embora fraturada em dois pontos. 

16/10/2011

Osasco Literatura

Compartilho video da palestra realizada na primeira escola do município de Osasco, em 22 de agosto de 2011. Foi um grande esforço ter estado lá. Ufa! Antes da cadeira de rodas era muito mais fácil. Meu tempo e meu corpo estão limitados pela dor, rigidez e pelas úlceras de pressão no glúteo. Mas tudo passará. Só o amor vive para sempre e nos fortalece para continuar a eterna evolução através do tempo do Senhor.
Fonte: Vimeo - Osasco Literatura
http://vimeo.com/couchmode/osascoliteratura/videos/sort:newest/29782883

15/10/2011

Dia do Professor II

Depende de nós semear a paisagem do futuro

Liguei hoje para uma amiga de infância e a cumprimentei pelo Dia do Professor. 
Não conseguiria falar com a sua mãe, Clementina Ometto, minha primeira professora e não mais moradora da rua Lanciotto Viviani.
Gladys sorriu quando lhe atribuí o papel de minha segunda professora.
Estudamos no Ceneart, onde fui matriculada com 6 anos e meio por iniciativa da minha professora e vizinha. A turma era um pouco mais experiente e Gladys já demonstrava aptidão para o ofício de ensinar. Ela pegava na minha mão e me ensinava a colocar a "perninha" na letra "a".
A filha da professora também era a professora assistente não remunerada porque esse cargo foi inventado muitas décadas depois. Depois de a escola pública ter deixado de ser lugar de educação porque burocratas dos governos deixaram de fazer a lição de casa e sucumbiram diante dos poderosos interesses da iniciativa privada.
Educação, hoje, é sinônimo de negócios.
Não falta mídia para enaltecer o ensino privado e pixar a escola pública.
Motivos também não faltam.
Os problemas são tão gigantes como o tamanho do organograma da rede pública e do orçamento a ser fatiado e, não raro, desviado e mal empregado.
Se recordar é viver, prefiro aproveitar o dia chuvoso para revirar as gavetas da memória e organizar as boas lembranças para inspirar o dia de amanhã.
Amanhã não poderá faltar o amor, a esperança e o esforço de superação para semear novas ideias aos donos do futuro.
Haverá amanhã às crianças que, inocentes, passam indiferentes aos olhos daqueles que conspiram para lhes subtrair o futuro?
"Depende de nós, quem já foi ou ainda é criança..."

Na crônica "Rumo ao Sul Maravilha II", na qual conto um pouco da história da minha família, também são citados os meus vizinhos, entre eles a família Ometto, das minhas insquecíveis professoras Clementina e Gladys, Blog, 6 de junho de 2006

Parte I
http://gpecchio.blogspot.com/2006/06/crnica-rumo-ao-sulparte-i.html
Parte II
http://gpecchio.blogspot.com/2006/06/crnica-rumo-ao-sulparteii.html

14/10/2011

Dia do Professor













MENSAGEM AOS PROFESSORES

Por intermédio desta mensagem, enviada à Secretaria de Educação de Osasco, desejo parabenizar a todos os professores que desde o início do meu trabalho autoral acolheram-me em suas escolas e me ajudaram a cultuar os valores essenciais em favor do meio ambiente, ecologia e acessibilidade.

"Antecipo os cumprimentos pelo Dia do Professor e agradeço pela maravilhosa oportunidade de falar aos alunos e professores da Emef. Prof. Marechal Bittencourt por ocasião do Desfile do 7 de Setembro.
Senti muito não ter podido confirmar presença para estar junto de vocês na data tão especial para os cultores da Pátria, das Letras e da Literatura.
Foi uma magnífica ideia o tema escolhido para 2011.
Para mim, foi um grande estímulo ter sido lembrada por vocês, pela primeira vez, e após um ano e seis meses do trágico acidente que deixou-me paraplégica.
Gostaria muito que as crianças das nossas escolas conhecessem os livros da coleção Toby, pioneira em tinta, audiolivro, braile e tinta ampliada.
Abraço meu e parabéns a todos os professores que se dedicam com amor à arte de ensinar e cultuar valores essenciais".

À Profa. Maria José (Mazé) Favarão
Secretária de Educação do Município de Osasco

De
Gisele Pecchio Dias
coleção Toby
jornalista da Prefeitura do Município de Osasco

12/10/2011

Dia das Crianças 2011

Esther e Isabel visitam Gisele em casa

Ao contrário de outros anos, neste Dia das Crianças não estarei na Praça de Eventos do Osasco Plaza Shopping lançando livro da coleção Toby, autografando, lendo e colorindo com as crianças. Também não estarei numa das lojas da Livraria Cultura ou da Vila. Neste 12 de outubro estarei em casa vibrando pela saúde, educação e segurança dos pequeninos.
Que o manto sagrado de Nossa Senhora da Aparecida os cubra de proteção e amor e que o Menino-Deus esteja sempre presente em cada um de seus dias.
Recebi em casa, na véspera deste dia tão especial, a visita das gêmeas Esther e Isabel, caçulas do casal Solange e Carlos. Após um ano e sete meses do acidente que me deixou paraplégica, com graves sequelas, foi a primeira vez que autografei um dos meus livros e recebi duas crianças tão lindas e ternas em minha casa. Elas adoraram o cãozinho da família, paixão das minhas sobrinhas Marianna e Pamela. O poodle Toby tem a mesma idade das gêmeas: 6 anos. Brincaram, se abraçaram e nos ofereceram a pureza do amor fraterno que não vê diferenças.

Imagens: Esther, Isabel e Toby. Para Carlos, pai das gêmeas, "este cãozinho é muito especial, lambeu três vezes a minha mão em agradecimento por eu ter auxiliado na transferência de Gisele da cadeira de rodas para a cama".

07/10/2011

Steve Jobs

"A certeza de saber que morrerei inspirou-me a fazer grandes escolhas na vida..."

"Seu tempo é limitado, então não o perca vivendo a vida de outro. Não seja aprisionado pelo dogma que é viver com os resultados do pensamento de outras pessoas. Não deixe o barulho da opinião dos outros abafar a sua voz interior. E, o mais importante, tenha coragem de seguir o seu coração e a sua intuição. Eles, de alguma forma, já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário". Steve Jobs, um visionário da era da tecnologia da informação para todos. (1955-2011)