Toby Collection, pioneer in accessible for children gisele.jorn@uol.com.br

Loading...

24/05/2011

SAUDADE DE MIM

Hoje recebi três pedidos de compra de livros da loja da Livraria Cultura de Porto Alegre. "Toby e os Mistérios da Floresta", em tinta. Os livros estão no meu quarto, onde jamais pude estar depois do trágico acidente, em março do ano passado.
Tenho saudade de mim subindo e descendo a escada que leva ao meu quarto, limpando a casa, cozinhando, indo ao mercado municipal bem cedinho comprar o pãozinho, as frutas, os ossinhos e a ração do Toby. Adoro estar no mercado municipal de Osasco. Ele faz parte da minha infância e adolescência.
Fui aluna do então tradicional Ceneart, colégio estadual que abriga não só alunos e professores mas centenárias e belas árvores frutíferas que atraem pássaros, borboletas e meninos tentando degustar uma ou outra fruta.
O colégio fica em frente ao mercado.
O meu quarto fica perto e impossível para mim.
Nem lembro mais das roupas que deixei nos cabides. Mas sei que lá está o meu vestido favorito: uma jardineira jeans aveludada costurada com linha cor de laranja e botões da mesma cor nas costas e nas alças da frente. Ganhei-a da mamãe aos 14 anos e até pouco tempo antes do acidente ainda usava este vestido. Só precisou de um ajuste abaixo dos braços e mais nada.
_ Quem tem e usa um vestido há 37 anos?
_ Eu tenho mas não aprendi a me vestir. Uso sonda e não tenho equilíbrio de tronco.

_ Quem tem um carro Fiat UNO 1.5R que é parceiro há 22 anos?
_ Eu tinha mas vendi em março último para comprar uma cama hospitalar, onde passo a  maior parte do meu tempo. Graças às úlceras de pressão que ganhei no hospital não consigo ficar sentada por muito tempo. Tenho que deitar e virar o decúbito de quando em quando.

Um comentário:

  1. Querida Gisele,

    Confesso que estou muito emocionada ao ler seu blog. Conheci pouco do seu belo trabalho na época. E quando soube do acidente, nem acreditei. Grandes amigos meus sempre falam muito bem de você.

    Quero te conhecer um dia. Assim que conseguir vou te visitar, querida. Já estou divulgando sua campanha e pensando em outras formas de ajudar.

    Eu estou sem emprego e com poucos recursos financeiros, mas continuo buscando novas oportunidades. Assim que conseguir, é claro que divulgo seu linda obra!

    O que posso te dizer agora? Força! Garra! Coragem! Determinação! Fé! Alegria! Confiança! E muito AMOR.

    Beijos e abraços, da sua nova amiga Leandra.

    ResponderExcluir

Agradeço pela sua presença. Abraço meu, Gisele