Toby Collection, pioneer in accessible for children gisele.jorn@uol.com.br

Loading...

09/05/2014


Disparada e Jair Rodrigues são a música e o cantor da minha infância
Há 48 anos eu cursava o ensino fundamental no então 2º Grupo Escolar de Osasco, hoje Emef. Prof. José Liberatti (prefeito dos mais honrados, o qual governou Osasco de 1970-73. Sua administração fez o primeiro plano diretor e se destacou pela urbanização por meio de importantes ruas, avenidas e viadutos ligando o centro à periferia da cidade.

Com 7 anos de idade, eu e colegas de turma não tínhamos e não nos era dado possuir entendimento sobre a densidade e importância social de “Disparada”, música de Geraldo Vandré* e Théo de Barros, joia rara vencedora do Festival de MPB, em 1966, na inimitável e incomparável interpretação e voz de Jair Rodrigues* (1939-2014), que acaba de se unir à constelação de estrelas que brilham em outro plano e jamais terão substitutos à altura.

Aos nossos professores, na época, não era permitido explicar os movimentos estudantis e de trabalhadores que contribuíram à eterna luta pelo aperfeiçoamento da democracia e do livre pensar no Brasil.
Muitos tombaram no meio do caminho e ficaram esquecidos. Outros, como o compositor Geraldo Vandré, que para alguns é injustamente tido como “morto vivo” da ditadura, estão vivos e brilharão para sempre na constelação de estrelas que deram a sua contribuição, por meio da arte de compor obras primas como “Pra não dizer que não falei das flores” e “Disparada”, gritos de desabafo dos oprimidos pela ordem social daquela época e de todas as épocas.

Cantar “Disparada”, para homenagear um dos mais queridos educadores e diretores de ensino que Osasco já teve, Prof. Ênio Gruppi, em noite solene no palco do Clube Atlético Floresta (Osasco-SP),foi um dos maiores desafios que enfrentei na vida, tímida que sempre fui.
O vigor e a força da interpretação de Jair Rodrigues, em “Disparada”, requer preparo do coração. É lindamente forte e me fez chorar e molhar a pasta vermelha com a letra da música em minhas pequenas mãos trêmulas. “Disparada” era a música favorita do educador homenageado.

(*) Geraldo Pedrosa de Araújo Dias é o nome verdadeiro do artista Geraldo Vandré (12/9/35, João Pessoa-Paraíba). www.letras.com.br/#biografia/geraldo-vandre

Jair Rodrigues de Oliveira é o nome verdadeiro do artista Jair Rodrigues, nascido em Igarapava-SP (1939-2014). http://jairrodrigues.com.br
Foto: site oficial de Jair Rodrigues
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço pela sua presença. Abraço meu, Gisele