Toby Collection, pioneer in accessible for children gisele.jorn@uol.com.br

Loading...

21/11/2009

A música de Villa-Lobos e as imagens da locomotiva cuspindo fogo e fumaça postadas aqui inspiraram o amigo poeta João Evangelista Rodrigues a escrever, agora há pouco, esses versos autorizados para publicação no blog. João é poeta premiado, professor e jornalista mineiro, autor de letras de músicas e poemas reunidos em livros. Um deles tenho autografado: “O Avesso da Pedra”. João disse não ter o hábito de intitular seus poemas e me autorizou a fazê-lo. Em homenagem à musicalidade e à poesia das paisagens e da gente mineira assim intitulei:

O Trenzinho Mineiro

na estação
o trem caipira
parte em busca do destino
come lenha
bebe água
cospe fogo
faz fumaça
quando passa
faz sinal
dá tiau para quem fica
na janela
o dia inteiro
feito roupa no varal

trem mineiro
não tem pressa
não tem sono
leva gado
leva pedra
leva gente
leva sonho
parte o meu coração


a vida gira
sobre as rodas de ferro
e o trem fazendo vento
se mistura com o tempo
com as nuvens
de meu pensamento
passa rio
passa ponte
passa casa de fazenda
passa roça
passa gado nas montanhas
o menino mais distante
olha o trenzinho caipira
olha tudo e admira
passa Belo Horizonte


na estação
o trem caipira
parte em busca do destino
come lenha
bebe água
cospe fogo
faz fumaça
quando passa
faz sinal
dá tiau para quem fica
na janela
o dia inteiro
feito roupa no varal


trem mineiro
não tem pressa
não tem sono
leva gado
leva pedra
leva gente
leva sonho
parte o meu coração


a vida gira
sobre as rodas de ferro
e o trem fazendo vento
se mistura com o tempo
com as nuvens
de meu pensamento


passa rio
passa

João Evangelista Rodrigues, 2009

Um comentário:

  1. OI Gisele,
    Tudo bem? Dá uma passada em meu blog que tempresentinho pra você.
    BJs

    ResponderExcluir

Agradeço pela sua presença. Abraço meu, Gisele